COLUNISTAS
 

ARMANDO AVENA - ELEIÇÕES 2018: A CHAPA DO GOVERNO
LUCAS LEAL - A SEMANA NA BOLSA - NOVA MÁXIMA HISTÓRICA
JOSÉ MACIEL - AGRONEGÓCIO SUSTENTÁVEL GANHA ADESÕES E ESPAÇOS


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


LIDICE DA MATA - SENADORA DO PSB PELA BAHIA


SEU INVESTIMENTO
 


BC E ASSOCIAÇÃO LANÇAM CAMPANHA PELO USO CONSCIENTE DO CARTÃO DE CRÉDITO




FRASE DO DIA
 


"Eu vou para federal porque o ambiente da política na minha região proporciona um fato inusitado: não tem nenhum candidato da base em Feira"

Zé Neto 
Deputado Estadual 









ENTREVISTAS
 
HILTON COELHO - VEREADOR PELO PSOL


BE- Vereador a chegada do presidente Lula está sendo observada pela oposição como o início da campanha presidencial de 2018. Lula tem uma grande popularidade na capital como o senhor avalia a vinda do ex-presidente a capital?
 
HC -
Temos posição política contrária ao que foi feito em grande parte pelo PT nos 12 anos de governo, porém, não há nada demais em um ex-presidente da República visitar a cidade e expor suas opiniões. A democracia é feita através do debate sem censura.
 
BE- O PSOL tem sido um dos partidos mais duros nas críticas as reformas do presidente Temer. A reforma trabalhista foi a única aprovada até agora, porém a previdência e a política estão encaminhadas. Como o senhor observa essa questão?
 
HC –
O presidente Michel Temer, que ocupa de forma golpista e usurpadora a Presidência da República, apresenta propostas que só beneficiam os grandes empresários, banqueiros e latifundiários. Foi para isso que o colocaram no poder. Somos contra todas as reformas e medidas tomadas por Temer e estamos nas ruas e nas lutas para derrotar o que ele representa.
 
BE- O senhor tem feito duras críticas à gestão do prefeito ACM Neto principalmente no sentido da relação com o servidor municipal. Como o senhor avalia a gestão do Prefeito na capital?
 
HC –
A gestão do prefeito ACM Neto atenta contra os direitos dos servidores, em especial da educação. É autoritária, os projetos são impostos sem consulta popular sempre contando com a maioria parlamentar que tem na Câmara Municipal. É assim que apresenta propostas como o reajuste zero para o funcionalismo e outros ataques.
 
BE- Em relação a gestão do Governador Rui Costa o senhor também tem feito duras críticas em relação a forma como o governo tem lidado, principalmente com questões culturais. Como o senhor avalia o governo Rui Costa?
 
HC –
Para nós, o fundamental é valorizar a cultura popular e o que é produzido pela população. O Subúrbio Ferroviário, por exemplo, é rico em produção cultural, porém, não recebe apoio estatal quase nenhum. Vemos os chamados grandes nomes, já consagrados, receberem patrocínios altos enquanto a produção popular recebe migalhas. O governador Rui Costa tem destruído projetos da magnitude do Projeto VIVER e o Ponto de Cidadania. Ataca o funcionalismo com reajustes que não merecem esse nome. Não repõe as perdas inflacionárias, sucateia as escolas, a saúde pública está um caos, até o Planserv é colocado sob ameaça. É um governo da publicidade tamanho G e da ação social diminuta, quase inexistente.
 
BE- As manifestações contra o governo Temer não atingiram as mesmas proporções daquelas contra o governo Dilma. Como o senhor avalia essa questão? É possível que ocorram novos protestos?
 
HC –
Novos protestos, com certeza, acontecerão tendo em vista que os ataques a cada dia atingem mais setores da sociedade. Os protestos contra Dilma Rousseff foram insuflados pelos meios de comunicação que desejavam o golpe parlamentar que colocaria Temer no governo. As ações contra Temer avançarão e lutaremos em todas as instâncias, institucionais e fora delas, para que os direitos populares sejam assegurados e ampliados.
 
BE- Ano que vem é ano de eleição. O senhor tem intensão de se candidatar a algum cargo federal?
 
HC –
O PSOL apresentará candidaturas em todos níveis. Eu tenho um mandato designado pela população através do voto e pelo meu partido. Sou um militante e como tal estou à disposição para as tarefas que me indicarem.




Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3565 - 2888