COLUNISTAS
 

ARMANDO AVENA - A ECONOMIA DO FORRÓ
ADARY OLIVEIRA - A PETROQUÍMICA E A ATRAÇÃO DE NOVOS INVESTIMENTOS
LUCAS LEAL - A SEMANA NA BOLSA DE VALORES - MAIS DO MESMO


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


CEZAR LEITE - VEREADOR PELO PSDB


SEU INVESTIMENTO
 


VAI VIAJAR DE ÚLTIMA HORA? VEJA COMO ECONOMIZAR NAS FÉRIAS DE JULHO




FRASE DO DIA
 


"Além de uma tradição cultural que precisa ser mantida e potencializada, o São João da Bahia também é uma atividade econômica para as cidades baianas. Acredito que o São João é para o interior, proporcionalmente, o que o Carnaval é para Salvador. Gera renda, atrai visitantes. As pessoas alugam suas casas, pousadas e hotéis ficam lotados e o comércio local é movimentado. Por isso é importante a participação do Estado para que as festas aconteçam",

Rui Costa(PT)
Governador da Bahia  









ENTREVISTAS
 
MAURÍCIO BARBOSA - SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA DA BAHIA
 

 
BE- Bahia inaugurou recentemente um grande centro de inteligência na área de segurança pública. Como está o funcionamento desse equipamento? Quais os números que a secretaria pode fornecer do seu funcionamento?
 
MB- O Centro de Operações e Inteligência da Secretaria da Segurança Pública da Bahia, o maior da América do Sul, foi inaugurado em julho de 2016 e desde então funciona 24 horas auxiliando o trabalho operacional das polícias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros na Bahia. Na unidade atuam de maneira integrada as superintendências de Telecomunicações (Call Center 190), de Gestão Tecnológica e Organizacional (monitoramento de câmeras) e de Inteligência (ações investigativas) diminuindo o tempo de resposta e melhorando o serviço para a população.

BE – A Bahia realizou recentemente dois grandes eventos na área esportivo. A Copa do Mundo e as Olimpíadas do Rio. Nesses eventos foram prometidos avanços na área de segurança pública, monitoramento por câmera 24 horas, maior efetivo, dentre outros. Existe algum projeto na área que ainda não está funcionando?
 
MB - Todos os projetos tecnológicos da SSP, que somados representam um investimento de R$ 260 milhões do Governo do Estado, estão implantados. Além do Centro de Operações de Inteligência, 11 Centros Integrados de Comunicação (Cicom) foram inaugurados em Salvador, Região Metropolitana e interior do estado e outros 11 estão em fases finais de obras. No quesito câmeras, a polícia monitora cerca de 1.000 em toda a Bahia e com parcerias está aumentando a rede. Da CCR MetrôBahia as imagens de aproximadamente 600 câmeras auxiliam no deslocamento de viaturas e equipes. Convênios com as concessionárias que administram estradas estaduais e federais, além de municípios estão sendo estabelecidos para aumentar a capacidade de monitoramento.
 
BE- O verão é um momento onde Salvador recebe um número maior de turistas. Existe algum projeto para ampliar a segurança desses visitantes que chegam até a capital nesse período?

MB- Em dezembro, ainda sem data definida, será lançada a Operação Verão 2016 com o objetivo de ampliar o patrulhamento em toda a Bahia, como foco nos aeroportos e rodoviárias, nas principais vias de acesso (estradas), áreas de hotéis e pontos turísticos. Serão aproximadamente 20 mil policiais militares e bombeiros empregados no reforço dos patrulhamentos ostensivos, demonstrando a sensibilidade do Governo do Estado durante o período em que o estado recebe uma grande quantidade de turistas.
 
BE- Quais medidas de qualificação a secretária pretende trazer para tornar a polícia militar e civil mais gabaritada. Existem investimentos previstos? É verdade que existe previsão de um novo concurso?

MB - A capacitação dos efetivos é uma prioridade constante da Secretaria da Segurança Pública e até outubro 117 cursos, entre teóricos e práticos, foram promovidos pelas policias Militar, Civil, Técnica e Corpo de Bombeiros. Alguns deles realizados pela SSP em convênios com a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. Em se tratando de concurso, a demanda por novos policiais é sempre recorrentes e em 2016 o Governo do Estado contratou 1.700 PMs, 557 policiais civis e deu início ao processo de nomeação de 65 novos peritos. Novas contratações serão estudadas para 2017, levando sempre em consideração os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal.
 
BE- Nos últimos anos a Bahia tem sofrido com longas paralisações das polícias. A secretária está mantendo diálogo com os sindicatos para evitar que novas greves sejam deflagradas?

MB - Estamos sempre em contato com os líderes sindicais com o intuito de manter um canal de diálogo aberto. As forças de segurança da Bahia deram um salto de qualidade nos últimos anos com efetivos contratados, novas unidades, equipamentos de proteção individual, viaturas e suportes tecnológicos. Claramente temos ainda que avançar, mas não podemos desconsiderar tudo que foi conquistado.


 

Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960, Tel - 3565 - 2888