COLUNISTAS
 

ARMANDO AVENA - O MELHOR CARNAVAL DO BRASIL
LUCAS LEAL - PANORAMA DO MERCADO: REDUZINDO A VELOCIDADE
JOSÉ MACIEL - AGRONEGÓCIO, TENDÊNCIAS E INCERTEZAS


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


PATRICIA ORRICO - GERENTE DE COMÉRCIO EXTERIOR NA FIEB


SEU INVESTIMENTO
 


'CORRETORA' DE BITCOIN MOVIMENTA ATÉ R$ 20 MILHÕES POR DIA




FRASE DO DIA
 


 

“Está se dando um salto triplo sem rede. Não pode errar”

Rodrigo Maia, presidente da Câmara de Deputados

Sobre a intervenção federal no Rio de Janeiro
 









ARTIGO
 
10/01/2018 18:26
LUCAS LEAL - PANORAMA DA SEMANA
Estamos de volta com o Panorama!
 
O ano de 2018 já começou em alta velocidade, os investidores foram as compras levando o Ibovespa a uma valorização de 3,86%. Nesta última semana a volatilidade cresceu, ainda assim, o Ibovespa terminou o período com ganhos de +0,35%.
 
No Brasil, a inflação oficial medida pelo IPCA, em 2017, foi de 2,95%, o menor resultado desde 98, esse resultado irá ajudar na recuperação da economia, mas nosso problema fiscal persiste e as reformas são necessárias para que o país continue solvente Essa será a questão central de 2018, pois a disputa política está acirrada e não sabemos o nível de comprometimento com a situação fiscal e nem a força política do próximo presidente para levar adiante as reformas. Utilizando esse argumento a agência de avaliação de risco Standard & Poor's rebaixou a nota de crédito da dívida brasileira.
 
No cenário internacional, o Banco Mundial elevou sua previsão de alta do PIB mundial do ano passado de 2,7%, para 3%. Em relação a 2018, a projeção subiu de 2,9% para 3,1%. Na Europa, a divulgação do PIB mostrou que a economia da Alemanha cresceu 2,2% em 2017. A pesquisa da Destatis também mostrou que a Alemanha manteve um resultado fiscal bastante sólido, garantindo superávit orçamentário equivalente a 1,2% do PIB no ano passado. Nos EUA, o dirigente do FED afirmou que os juros devem ser elevados três vezes neste ano, o mercado também está prevendo três aumentos, totalizando uma elevação de pelo menos 0,75% em 2018.
 
Na semana que se inicia, no Brasil, teremos a divulgação dos dados de inflação. Na China, será divulgado o PIB do quatro trimestre. Na Europa, o destaque será a divulgação dos dados de inflação da Zona do Euro.





Momento do Mercado

O Ibovespa rompeu a máxima histórica e segue na tendência de alta rumo aos 81 mil pontos. O próximo suporte está na faixa entre os 78 e 77 mil pontos.
 
Caso os preços continuem subindo o Ibovespa deve buscar a resistência dos 80 mil pontos
 
Caso o Ibovespa perca os 76 mil pontos a tendência de alta será anulada.


Bons Investimentos,

Lucas Leal

lucas@officeinvestimentos.com.br


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3565 - 2888