COLUNISTAS
 

ARMANDO AVENA - O MINISTRO DA FAZENDA EM SALVADOR
LUCAS LEAL - A SEMANA NA BOLSA - MUDANDO A DIREƇƃO
JOSƉ MACIEL - LIMITAƇƕES E DESAFIOS ANTEPOSTOS ƀ AGROPECUƁRIA NACIONAL


BUSCA
 



ENTREVISTAS
 


PRESIDENTE DO SEBRAE - GUILHERME AFIF DOMINGOS


SEU INVESTIMENTO
 


BITCOIN VOLTA A QUEBRAR RECORDE E ACUMULA VALORIZAƇƃO DE 1000% EM 12 MESES




FRASE DO DIA
 


"Se observar os números oficiais, a geração de empregos no Brasil tem crescido muito. E isso é reflexo de uma política econômica mais enxuta, onde as reformas são fundamentais para o empresário ter confiança para crescer".

Henrique Meirelles
Ministro da Fazenda ao participar do IV Fórum Bahia Econômica
 









ARTIGO
 
13/11/2017 10:21
LUCAS LEAL - A SEMANA NA BOLSA - MUDANDO A DIREƇƃO



Estamos de volta com o Panorama!
 
Tivemos a quarta semana seguida de queda para a bolsa brasileira, os vendedores continuaram ganhando força, o que levou o Ibovespa a uma desvalorização de -2,37%.
 
No Brasil, temendo uma maior dificuldade para aprovação da reforma da previdência, o mercado reagiu negativamente a decisão de Aécio, a qual destituiu Tarso Jereissati da presidência interina do Psdb. Com essa mudança, o presidente Temer será forçado a fazer ainda mais concessões e gastos para acomodar os partidos aliados. No cenário econômico, a divulgação do Ipca mostrou que a inflação acumulada em doze meses continua controlada, em 2,7%, abaixo da meta de 3%.
 
Nos EUA, os Senadores republicanos apresentaram um plano tributário diferente do que havia sido anunciado na semana passada, a medida só considera redução dos impostos a partir de 2019, contrariando o plano de Trump que gostaria de realizar corte imediato, de 35% para 20%, do imposto pago pelas empresas. As bolsas americanas reagiram negativamente, terminando a semana em queda.
 
No  Brasil, o mercado deve continuar atento a luta do Governo Temer de fazer a reforma da previdência andar. Nos EUA, as especulações sobre o plano Tributário de Trump devem guiar os investidores. Na Europa serão divulgados os dados do PIB e de inflação.



  


 
Momento do Mercado



Depois de bastante volatilidade, os preços perderam o suporte de 73,5 mil pontos sinalizando que a realização pode continuar. A Linha de tendência de alta (Lta – ver gráfico) também foi perdida e deixou de ser referência para o Ibovespa.
 
Caso a realização continue, o primeiro suporte estará nos 71 mil pontos e o segundo nos 69 mil.
 
Caso os preços voltem a subir, a tendência de alta só volta a se consolidar quando o Ibovespa ultrapassar o patamar dos 75,5 mil pontos, antes que isso ocorra, toda valorização deve ser considerada somente um repique de alta.
 

Bons Investimentos,

Lucas Leal

lucas@officeinvestimentos.com.br


 

Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3565 - 2888