COLUNISTAS
FRASE DO DIA

“Há um clamor de mudança e renovação no coração dos baianos”

ACM Neto
Ptrefeito de Salvador, falando sobre a possibilidade de ser candidato ao governo do estado em 2018

DE CALVINO E EDUARDO
talo Calvino conta num dos seu livros maravilhosos que o imperador Carlos Magno, já bem velho, apaixonou-se por uma donzela e não mais tirou os olhos dela. A corte não parou de criticar o velho monarca e os barões mostravam-se preocupados com o reino, ao vê-lo esquecer sua dignidade real e os deveres do Império. Mas a jovem morreu de forma súbita, e a corte tranquilizou-se, ao imaginar que tudo voltaria a ser como antes. Mas, inconsolável, o imperador mandou embalsamar o cadáver, colocando-o em seu quarto e recusando-se a abandoná-lo. Diferente do que se previa, o amor de Carlos Magno não morreu junto com sua amada. Lembrei da lenda contada por Calvino, que, aliás, tem desdobramentos surpreendentes, quando pensei em escrever algumas coisa sobre a morte de Eduardo Campos e só me vinha à cabeça a ideia de que ele havia morrido, mas suas ideias não. E estou convencido de que é preciso embalsamar as ideias dele, levando-as por toda à parte, de modo a incutir uma visão inovadora da política, nos jovens e nos políticos que concorrem nesta eleição. O ex governador de Pernambuco parecia ter uma visão de mundo capaz de unir o que de melhor há no projeto socialista, com o que de melhor existe na organização capitalista. Assim, ao tempo que defendia os programas sociais, fundamentais para a harmonia de uma sociedade tão desigual, defendia também um setor privado competitivo, desvinculado das amarras do Estado e voltado para a busca da excelência e da competividade. Apenas isso já seria algo inovador na politica brasileira que insiste em delimitar linhas divisórias, quase sempre antagônicas. Mas talvez o mais interessante em Eduardo Campos é que seu projeto político, não era um projeto de poder pessoal ou financeiro, não era o projeto de um partido, tampouco de uma classe, ele parecia ter um projeto para o Brasil. Não sei se seria sempre assim, afinal, o poder transforma as pessoas,  mas sua morte deve ajudar a manter a esperança de que algum dia seja assim. 


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 709/710 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960, Tel - 3565 - 2888